Semas leva serviços socioassistenciais para Expresso Nana

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) participa, no próximo dia 26, do mutirão de reavaliação clínica/laboratorial dos casos notificados e descartados de Síndrome Congênita do Zika em Maceió. No Expresso Nana – realizado pelo Grupo de Trabalho Nana, que reúne representantes do Legislativo Municipal e Estadual, da Saúde, e a União dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME) -, a Semas vai levar ação para garantir os direitos sociais aos usuários atendidos no local.

Os detalhes da participação foram definidos em reunião da gestora da Semas, Celiany Rocha, e a representante da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Maceió, a vereadora Tereza Nelma.

A secretária de Assistência Social de Maceió, Celiany Rocha, reforçou o compromisso da Prefeitura de Maceió com o acompanhamento às famílias com crianças com Síndrome Congênita do Zika. “Atualmente acompanhamento 36 famílias que tiveram os casos confirmados. Algumas já recebem o BPC [Benefício de Prestação Continuada]. A Semas irá participar do Expresso Nana para dar os encaminhamentos necessários para estas famílias e fazer o acompanhamento para que todos os diretos delas sejam garantidos”, disse a gestora.

A vereadora destacou que a proposta é fazer com todos os casos de microcelafia/ Síndrome Côngenita do Zika em Maceió notificados e descartados entre os anos de 2015 e 2017 passem por nova avaliação. “Como houve modificação no protocolo, estamos procurando essas famílias que tiveram os casos descartados para que passem por nova avaliação e, caso confirmado, essas crianças com Síndrome Congênita do Zika tenha acesso ao acompanhamento de Saúde e Assistência Social”, destacou Teresa Nelma.

Veja também  Reunião define iluminação em obras na parte alta de Maceió

O Expresso Nana acontece dia 26 de agosto, a partir das 8h, em três espaços no Trapiche da Barra: Uncisal, Hospital Hélvio Auto e auditório do Cesmac.

Flávia Duarte/ Ascom Semas

Compartilhe: