Semas trabalha consciência ambiental de jovens

Os núcleos dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) atendem crianças e adolescentes, entre 6 e 15 anos, em vulnerabilidade social, retirados de situação de trabalho ou submetidos a outros tipos de violações de direitos. Diariamente, essas unidades oferecem atividades socioeducativas, culturais, esportivas e de lazer.

Os meninos e meninas do Serviço de Convivência do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Área Lagunar participaram de uma oficina de confecção de fantoches. O educador de arte e cultura Pierri Almeida e a educadora social Isabel Gomes ensinaram a garotada a fazer fantoches com materiais recicláveis. Após a criação dos bonecos, todos fizeram uma apresentação de teatro fantoches, destacando a importância da preservação ambiental das lagoas.

Segundo a educadora social, essas atividades têm o objetivo de desenvolver a coordenação motora das crianças e adolescentes. “Além disso, queremos despertar neles a consciência ambiental”, disse Isabel.

De acordo com a coordenadora do Cras Área Lagunar, Beatriz Calado, a unidade já desenvolve atividades voltadas à preservação ambiental com os  jovens do Serviço de Convivência. “Aproveitamos a oportunidade para convidar crianças e adolescentes do Serviço de Convivência do Cras Fernão Velho para assistir o teatro de fantoches e compartilharem desse conhecimento sobre educação ambiental”, destacou.

Veja também  Atividades recreativas movimentam Parque Municipal no domingo

O Cras Área Lagunar funciona na Rua Agnelo Barbosa, 527, no bairro do Prado. As atividades do Serviço de Convivência para crianças e adolescentes acontecem todas às terças-feiras e quintas-feiras nos horários da manhã e da tarde.

Vanessa Napoleão/ Ascom Semas

Compartilhe: