Semge apresenta nova proposta para administração de bens

A Comissão Permanente de Patrimônio, da Secretaria Municipal de Gestão (Semge), apresentou, nesta terça-feira (14), uma proposta para descentralização da manutenção, recebimento e preservação dos bens patrimoniais do Município de Maceió. O objetivo é estabelecer normas para que cada secretaria realize o controle dos bens.

De acordo com a proposta, cada unidade do Município terá normas e procedimentos para realizar o acompanhamento, incorporação, baixa e transferências dos bens permanentes do acervo patrimonial.

“A proposta é atualizar os métodos adotados atualmente para facilitar o registro e controle de todos os equipamentos, móveis e objetos utilizados pelos órgãos municipais”, explicou o coordenador-geral de Patrimônio Mobiliário da Semge e presidente da Comissão, Felipe Alberto Góis dos Santos.

A Comissão voltará a se reunir ainda neste mês para estudar outros pontos da proposta.

A Comissão voltará a se reunir ainda neste mês para estudar outros pontos da proposta.

Entre as atribuições da proposta, estão a de arquivar, anotar e conferir as notas fiscais dos itens adquiridos, bem como a de realizar o registro e tombamento do bem, inserir os dados e cópia digitalizada da nota fiscal no Sistema Integrado de Gestão Patrimonial.

A proposta ainda inclui procedimentos mais rigorosos em casos de furto ou extravio do bem público, como a inclusão de documentos que registrem a ocorrência. “A Semge está finalizando os estudos e depois vai capacitar os servidores para o novo método”, conclui o coordenador.

Veja também  Pré-matrículas para Pronatec estão abertas até quinta-feira

A reunião da comissão aconteceu na sede da Semge, no Centro, e contou com a participação do presidente da Comissão, Felipe Góis e os membros Arnaldo Fragoso, Romilton Porciúncula, Alberto Eduardo Cavalcante, além da representante da empresa Ábaco, Simone Alves de Souza.

Ascom Semge

Compartilhe: