Slum apresenta ao MPE estratégias para coibir o descarte irregular

Nesta terça-feira (07), o superintendente de Limpeza Urbana de Maceió, Davi Maia, recebeu o promotor Alberto Fonseca, do Ministério Público de Alagoas (MPE/AL) para apresentar as estratégias e os trabalhos desenvolvidos pela Prefeitura para minimizar e coibir os pontos de descarte irregular de lixo na capital.

Durante a visita, o superintendente apresentou os ecopontos que já funcionam na cidade: o Ecoponto da Pajuçara e o Ecopnto do Projeto Sururu de Capote. Maia também mostrou os outros pontos que estão em fase de construção, no Dique Estrada e no Mercado da Produção. Além de apresentar alguns dos principais pontos de lixo da capital.

“Mostramos ao promotor os pontos de lixo e quais as nossas estratégias para minimizar a situação. Dr. Alberto se mostrou satisfeito com a funcionalidade de nossos ecopontos e se apresentou, mais uma vez, como um importante parceiro da limpeza urbana. Mas, reforço, todo esse trabalho só terá recompensa se a população estiver junto com a gente. Temos locais apropriados para os descartes, não precisamos e não podemos descartar resíduos em via pública ou em terrenos. Em caso de dúvidas, procure a Slum”, comentou Davi.

Davi Maia mostra pontos crônicos de lixo e estratégias da Prefeitura para minimizar essa situação. Foto: Sarah Mendes/Ascom Slum

Davi Maia mostra pontos crônicos de lixo e estratégias da Prefeitura para minimizar essa situação. Foto: Sarah Mendes/Ascom Slum

Seja um fiscal da Slum

Veja também  Ejai: projetos pedagógicos estimulam permanência na escola

Para fazer denúncias, solicitar serviços e tirar dúvidas, o cidadão pode entrar em contato com a Slum pelo 0800 082 2600, além do WhatsApp 9 8802-4834. A Central funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h.

Promotor conhece o antigo lixão de Maceió, a Cooplum e o trabalho de coleta seletiva implantado pela Prefeitura de Maceió. Foto: Sarah Mendes/Ascom Slum

Promotor conhece o antigo lixão de Maceió, a Cooplum e o trabalho de coleta seletiva implantado pela Prefeitura de Maceió. Foto: Sarah Mendes/Ascom Slum

Compartilhe: