SMS mantém vacinação contra HPV sem alterações

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informa, por meio da Gerência de Imunizações, que o município de Maceió não vai aderir à recomendação da nota técnica divulgada pelo Ministério da Saúde, de ampliar temporariamente, e em caráter excepcional, o público-alvo para a aplicação da vacina contra o HPV, que passa a imunizar também homens e mulheres na faixa etária dos 15 aos 26 anos.

A medida foi definida pelo Ministério em função dos estoques da vacina disponíveis nos serviços de vacinação de todo o país – grande parte deles com data de validade até o mês de setembro de 2017 – com o objetivo de evitar um possível desperdício de doses. Maceió, no entanto, não possui estoques a vencer em setembro de 2017, descartando assim a necessidade de aderir a essa iniciativa.

“A vacinação continuará a ser realizada dentro da faixa preconizada pelo Ministério da Saúde e disponível nas unidades de saúde do município”, reforça a gerente de Imunização da SMS, Eunice Amorim.

Na rotina dos serviços de imunização, a vacina utilizada como prevenção contra o HPV é aplicada nas meninas na faixa etária dos 9 aos 14 anos e nos meninos, dos 11 aos 14 anos, ambos com esquema de duas doses, com intervalo de seis meses entre elas. O calendário vacinal inclui ainda como público alvo com direito a ser imunizado contra o HPV indivíduos com idade entre 9 a 26 anos vivendo com HIV/Aids, pacientes submetidos a transplantes de órgãos sólidos, transplantes de medula óssea ou pacientes oncológicos, estes submetidos ao esquema de três doses (0, 2, 6 meses). Nestes casos a vacinação é realizada no Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (Crie), que funciona no Hospital Escola Hélvio Auto, com necessidade de apresentação da prescrição médica no ato da vacinação.

Veja também  Parque Municipal realiza programação de Páscoa neste domingo

A vacina HPV Quadrivalente é segura, eficaz e é a principal forma de prevenção contra o aparecimento do câncer do colo de útero, quarta maior causa de morte entre as mulheres no Brasil. Nos homens protege contra os cânceres de pênis, orofaringe e ânus. Além disso, previne mais de 98% das verrugas genitais, doença estigmatizante e de difícil tratamento.

Ascom SMS

Compartilhe: