Última audiência pública do PPAM será sábado na Ponta Verde

A última audiência pública consultiva para construção do Plano Plurianual Municipal (PPAM) 2018-2021, será realizada no próximo sábado (22), na Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. Orlando Araújo, na Ponta Verde (Região I). Com esta, serão oito audiências consultivas para ouvir as demandas dos moradores das regiões administrativas e serão realizadas duas audiências devolutivas no mês de agosto para dar um retorno à população sobre as propostas colhidas durante as audiências públicas consultivas.

Na oportunidade, serão discutidas políticas públicas para os bairros do Poço, Jaraguá, Ponta da Terra, Pajuçara, Ponta Verde, Jatiúca e Mangabeiras.

“Queremos ouvir as principais necessidades da população dentro de três eixos base, que são: Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social e Infraestrutura e Ambiente. Mostramos o que já propomos e queremos que eles apontem o que é prioridade para eles que estão nos bairros e que também deixem propostas de ações elaboradas por eles, mesmo. Com isso, nós encaminhamos as propostas para os órgãos correspondentes que avaliam a viabilidade da realização e a inclusão delas no plano”, disse Jailton Nicácio, diretor de Planejamento Orçamentário da Secretaria Municipal de Economia.

Além de participar das audiências presenciais, a população pode deixar sua contribuição no Portal do Cidadão – www.portaldocidadao.maceio.al.gov.br, até o dia 19 de julho.

Veja também  Posto itinerante da SMTT fará atendimento gratuito no Farol

O PPAM contém o planejamento de médio prazo do município, onde consta tudo o que será feito em um prazo de quatro anos. Ao todo, serão oito audiências consultivas, uma em cada região administrativa, e duas devolutivas.

Confira abaixo o cronograma de Audiências Consultivas:

22/07-Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. Orlando Araújo, na Ponta Verde (Região I).

Audiências Devolutivas

19/08-Escola Paulo Henrique Costa Bandeira, Benedito Bentes;

26/08- Escola Municipal Major Bonifácio Silveira, Bebedouro.

Isis Correia/Ascom Semec

Compartilhe: