Usuários da Semas são contemplados com moradias

O sonho da casa própria agora virou realidade para centenas de famílias maceioenses. Nesta sexta-feira (24), aconteceu o  sorteio, das unidades habitacionais do  Residencial Maceió I, localizado na Cidade Universitária, que  vão beneficiar 3.900 mil famílias cadastradas pela Prefeitura de Maceió.

Entre os contemplados estão os usuários da Assistência Social, dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centro de Referência Especializado Para a População em Situação de Rua (Creas Pop), Casa de Passagem Familiar, Serviço de Acolhimento para Jovens e Adultos em Situação de Rua Manoel Coelho Neto, incluindo famílias vítimas das chuvas que perderam seu lar.

Segundo Susana Lobo, diretora de Planejamento de Habitação e Interesse Social da Secretaria de Desenvolvimento Territorial (Sedet), foram inscritas  duas mil famílias vítimas das chuvas. Cerca de mil cadastros foram aprovados. “Muitas dessas pessoas tiveram pendências  e outras não procuraram nem a Sedet, nem a  Semas ou a Defesa Civil,  por isso tiveram sua inscrição indeferida”, explicou.

Para o prefeito em exercício Marcelo  Palmeira, este é um momento muito especial para as  famílias e para a Prefeitura de Maceió. “O Residencial Maceió I foi um conjunto muito bem feito, um dos melhores. Vocês ficarão surpresos com a qualidade. As famílias vítimas das chuvas  em breve estão recebendo suas casas, é algo inédito, mostrando que as pessoas que realmente precisam estão sendo contempladas. O prefeito Rui Palmeira está muito feliz também com a entrega dessas 3.900 unidades.  A nossa expectativa é de que até o Natal todas essas famílias estejam nas suas casas”, destacou.

Uma das contempladas é  a dona de casa Rosenilda da Silva, de 34 anos, que perdeu a moradia na grota da Alegria no Benedito Bentes. “A barreira caiu em uma das partes da casa e ficou com risco de desabamento. Nossa família recebeu o auxílio-moradia, cestas básicas e colchões da Secretaria de Assistência Social, que nos ajudou bastante nesses tempos difíceis.  Ainda hoje quando chove, um dos meus três filhos olha para mim e pergunta se a casa vai cair. Mas hoje é um  dia feliz. O meu coração está a ponto de sair pela boca de tanta emoção. Não pagar aluguel  será muito bom e ter a minha casa será melhor ainda”, disse.

Rosenilda perdeu a casa na Grota da Alegria. Foto:Ascom Semas

Rosenilda perdeu a casa na Grota da Alegria. Foto: Ascom Semas

Para a secretária de Assistência Social  Celiany Rocha foi  muito bom rever essas famílias, em especial aquelas vítimas das chuvas,  que  viveram um momento de aflição. “A Prefeitura está cumprindo com o que prometeu. Para a Assistência Social, em particular a entrega, desse conjunto é uma grande  alegria. Pela primeira vez  entre os contemplados temos usuários dos Cras. Foram atendimentos que tiveram início e fim, concluindo com o recebimento da moradia. É muito bom também ver que agora ex-moradores moradores de rua, conquistarão a sua casa própria. É o verdadeiro resgate da cidadania, destacou.

Susana é usuária do Cras Terezinha Normande. Foto: Ascom Semas

Susana é usuária do Cras Terezinha Normande. Foto: Ascom Semas

Susana Gabriela, de 18 anos, foi atendida no Cras Terezinha Normande, no Conjunto José da Silva Peixoto. Ela conta que o primeiro contato com o Cras foi para se inscrever no Cadastro Único e receber o Bolsa Família. “Tenho um filho de dois meses e moro com a minha avó. Agora vou ter a oportunidade de ter a minha casa própria. É um momento maravilhoso da minha vida”, disse.

Veja também  É dia de feira: três décadas da banca da dona Marta

Os novos proprietários do Residencial Maceió I assinarão o contrato de 11 a 14 a dezembro no Iate Clube Pajuçara.

Vanessa Napoleão/ Ascom Semas

 

 

Compartilhe: