Maceió entra na programação da WWF para a Hora do Planeta

A Hora do Planeta 2017 acontece neste sábado (25), das 20h30 às 21h30, e é um ato simbólico mundial que busca conscientizar a população sobre as mudanças climáticas e o aquecimento global, sensibilizando os cidadãos a repensar suas ações em relação ao meio ambiente. Completando 10 anos desde que foi lançada pela WWF, a maior rede independente de conservação da natureza, a iniciativa contará novamente com a participação de Maceió na realização. A mobilização para adesão à Hora do Planeta foi realizada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Semds), que buscou parcerias para ampliar o ato na capital.

“A mobilização da WWF é considerada um ato simbólico, mas para nós, que trabalhamos para preservar os recursos naturais em Maceió, é muito além disso. É um momento que contribui e sensibiliza o maceioense a repensar suas ações, a repensar de que forma ele colabora para proteger o meio ambiente. Convidamos a população a fazer adesão à Hora do Planeta e também a colaborar com um mundo sustentável, ambientalmente correto. Se cada um fizer a sua parte, com certeza conseguiremos tem uma cidade, um país com menos impactos causados pela ação humana”, ressalta o titular da Semds, Gustavo Acioli Torres.

De acordo com o secretário, a fachada de 27 locais apagará suas luzes durante a Hora do Planeta. Os locais são as sedes administrativas dos órgãos da Prefeitura de Maceió, as fachadas dos Memoriais à República e Teotônio Vilela, além da Associação Comercial de Maceió, Tribunal de Justiça de Alagoas e Tribunal de Contas do Estado. “Fizemos a mobilização com as secretarias e superintendências municipais e solicitamos também o apoio do TJ, da Associação e da Secretaria Estadual de Cultura, que administra os memoriais. As instituições cordialmente nos atenderam e, por isso, agradecemos pelo apoio à mobilização que busca conscientizar a população”, completou Acioli.

Veja também  CCZ vacina cães e gatos contra a raiva neste sábado

Para garantir a participação de Maceió no ato, o secretário Gustavo Acioli assinou o Termo de Adesão enviado pela WWF-Brasil, cujo documento é direcionado às autoridades locais para indicar quais monumentos e prédios públicos ficarão apagados durante os 60 minutos. Em Alagoas, segundo a WWF, a capital é a única a participar da mobilização este ano. Para a realização, a Superintendência de Iluminação Pública e Energia (Sima) é parceira da Semds.

A novidade em 2017 é que o WWF-Brasil está buscando incentivar ainda mais a participação da sociedade. Para isto, disponibilizou no site da Hora do Planeta (horadoplaneta.org.br) um formulário para a inscrição de atividades e um material com dicas do que cada um pode fazer para participar mais intensamente da campanha. Escolas, instituições privadas e organizações também podem se engajar apagando as luzes e promovendo atividades e eventos.

De acordo com a ONG, em 2016, 156 municípios brasileiros aderiram oficialmente à campanha, desligando por uma hora a iluminação de 505 ícones, entre monumentos, espaços públicos e prédios históricos. Para este ano, a WWF diz que a expectativa é ainda maior, com o incentivo para que pessoas e empresas organizem suas próprias atividades neste sábado (25).

Lucas Alcântara/ Ascom Semds

Compartilhe: