Pronatec capacita bovinocultures de leite em Penedo

Pronatec capacita bovinocultures de leite em Penedo

O Programa Nacional de acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) encerra em Penedo nesta quarta-feira, 23 de outubro, o segundo módulo do curso Bovinocultor de Leite. O incentivo do governo federal realizado em parceria com governos estaduais, prefeituras e o Sistema S (Sesc, Senai, Sesi, Senar e Senac) atendeu estudantes do Ensino Médio da Escola Estadual Comendador José da Silva Peixoto.

O curso com carga horária de 200 horas tem início com noções de cidadania, passando para a etapa que foi ministrada em Penedo pelo veterinário Alessandro Andrade. Para concluir o aprendizado, os estudantes terão ainda mais duas semanas de gestão e empreendedorismo. Todos recebem uma bolsa individual no valor total de quinhentos reais, ajuda de custo viabilizada pelo Senar para que os inscritos possam se alimentar, sem precisar voltar pra casa, e assim frequentar o curso no turno diferente das aulas da escola.

Pronatec capacita bovinocultures de leite em Penedo

Filhos de produtores rurais

Direcionado para atender filhos de produtores rurais que estudam em escola pública, o curso profissionalizante realizado em Penedo ampliou o conhecimento de Diogo Williames Alves, membro de uma família de agricultores do povoado Cajueiro, situado no município de Igreja Nova. “A gente já tinha conhecimento sobre o sistema de rodízio de pasto, instalamos cerca elétrica numa área, mas ainda falta demarcar os piquetes e com esse curso estou me qualificando para implantar tudo como deve ser feito”, declarou o concluinte do Ensino Médio.

Germânia dos Santos foi a única aluna do curso de Bovinocultura de Leite, escolha que fez porque pretende cursar Medicina Veterinária – carreira que a Ufal oferece em Viçosa – e aproveitou para aprender mais sobre a área que deseja estudar. Já Rodrigo Bezerra Santos poderá usar o que aprendeu em breve. Ele reside no Tabuleiro dos Negros, comunidade remanescente quilombola e um dos maiores povoados de Penedo, local onde a procura por pessoal capacitado para vacinar gado é recorrente, segundo o estudante agora qualificado para o serviço.

O aprendizado sobre vacinação do gado, medida preventiva indispensável para a saúde do rebanho, foi realizado em propriedades de pecuaristas da região. A articulação com produtores locais é mais uma atribuição do instrutor do curso que, antes das aulas na região do Baixo São Francisco, ensinou estudantes de Coité do Noia, município do Agreste alagoano.

Sistema de rodízio de pasto

Em Penedo, os contatos com representantes da administração municipal viabilizaram as visitas técnicas, a maioria realizadas no Projeto Marituba, local onde parte dos irrigantes recebe orientação para criar gado no sistema de rodízio de pasto, inovação que melhorou a renda familiar de Arli Lúcio dos Santos. Em dois anos, a produção de leite praticamente dobrou, gerando lucro ao agricultor que passou a cuidar do rebanho (23 animais atualmente) em 28 piquetes, áreas de pasto com 18 x 18 metros quadrados cada uma.

Tirando todos os custos da produção, Arli faturou mil e setecentos reais em agosto, graças ao leite produzido por apenas oito vacas. “Minha meta é chegar a uma média de 300 litros por dia, com vinte vacas produzindo”, declarou o pequeno produtor assistido pelo zootécnico Arakem Gonzaga, acompanhamento viabilizado pela Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba) com gerenciamento da Cooperativa Marituba. Ele mostrou como se faz o planejamento e o manejo da bovinocultura de leite no sistema adotado no projeto.

Além das orientações gerais, os estudantes observaram uma ordenha higiênica, indispensável para o sucesso da atividade em expansão. Segundo o veterinário Alessandro Andrade, a bovinocultura de leite é a segunda geradora de renda do setor agropecuário alagoano, crescimento impulsionado por indústrias de laticínios e os projetos Balde Cheio e Alagoas Mais Leite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *