--Publicidade--

Para quem está tentando comprar a casa própria, para ir se habituando com as condições é interessante fazer uma simulação online para visualizar o tempo da dívida; Valores das parcelas conforme o tempo passa; Abatimento do saldo devedor. O Simulador Minha Casa Minha Vida está disponível no site oficial da Caixa Econômica Federal para que você possa conferir todas essas informações.

Simulador Minha Casa Minha Vida

O Simulador Minha Casa Minha Vida está disponível no site oficial da Caixa Econômica Federal pelo link http://www8.caixa.gov.br/. Entenda abaixo o passo a passo da simulação e as opções de financiamento.

--Publicidade--

Entenda o funcionamento do Minha Casa Minha Vida.

Como Simular os Valores do Minha Casa Minha Vida

Após acessar o site no link acima, siga o passo a passo do Simulador e entenda um pouco sobre as opções:

  • Dados iniciais – Defina se é pessoa física ou jurídica, residencial ou comercial, defina valor estimado e a localização do imóvel a ser sediado.
  • Dados pessoais – Informe CPF, data de nascimento, renda bruta familiar mensal, se durante toda a vida trabalhou por pelo menos três anos sob regime CLT. Importante também é que o comprador não tenha tido algum benefício  por outro Programa Habitacional do Governo Federal anteriormente.
  • Opções de financiamento – A primeira opção tem menores taxas de juros, destinada ao usuário que já tem relacionamento bancário com a Caixa. O indexador do financiamento, sendo: a Taxa Referencial (TR) – que é a taxa que sofre menos oscilações ao longo do tempo –  E o Índice de Preços ao Consumidor (IPCA) – que é o índice oficial de inflação, esta opção apresenta muitas variações devido a conjuntura econômica – Por isso para essa opção existe um risco de a taxa de juros aumentar no futuro caso ocorra aumento na inflação).
  • Resultados – O sistema exportará uma tabela  onde é possível analisar o valor de cada parcela, em todos os meses do tempo de financiamento (tempo padrão do financiamento simulado é de 420 meses ou 35 anos). É possível alterar esse intervalo de tempo, a outra coluna é o demonstrativo da evolução do abatimento do saldo devedor.

Lembrando que é só uma simulação, na prática para saber a real situação do financiamento é necessário contatar a Caixa Econômica Federal ou a Instituição construtora que estiver fazendo a transação, MRV por exemplo.

Simulador Minha Casa Minha Vida
Simulador Minha Casa Minha Vida

Quem tem direito ao Minha Casa Minha Vida

O programa Minha Casa Minha Vida é destinado as famílias de baixa renda, sendo subdivididas em 4 faixas de renda salarial. A Faixa 1 sendo a de maior baixa renda tem facilidades maiores com relação ao subsídio e taxas de juros.

--Publicidade--

  • Na FAIXA 1 a renda familiar bruta é de até 1.800,00.
  • Na FAIXA 1,5 a renda familiar bruta é de até 2.600,00.
  • Na FAIXA 2 a renda familiar bruta é de até 4.000,00.
  • E na FAIXA 3 a renda familiar bruta é de até 9.000,00 – Esta opção é sem subsídio, porém tem juros menores, valor do imóvel é de no máximo 300.000,00.

Dentro do protocolo a ser seguido para garantir o direito do Programa Habitacional o comprador não pode participado (sido beneficiado) por algum outro Programa Habitacional do Governo. É regra ter trabalhado ao menos o período de três anos com carteia assinada (CLT).

Também é necessário residir ou trabalhar por pelo menos um ano no município onde pretende adquirir o imóvel. Não é permitido ter outro imóvel no nome, se for o caso de um terreno apenas não pode ter construção nele.

Inscrição Minha Casa Minha Vida

A inscrição para o Minha Casa Minha Vida pode ser feita diretamente em alguma agência da Caixa Econômica Federal. Para fazer a inscrição leve os documentos necessários como:

Inscrição no Minha Casa Minha Vida
Inscrição no Minha Casa Minha Vida
  • RG e CPF;
  • Além da Carteira de Trabalho;
  • Comprovante da residência atual (água, luz ou telefone).
  • Para comprovação do Estado Civil é necessário a Certidão de casamento (para quem é casado);
  • Comprovante de Nascimento (solteiros);
  • Certidão de casamento averbada (Divorciados).
  • Levar comprovante de renda – últimos 6 meses – se estiver trabalhando registrado;
  • Extrato do FGTS e;
  • Declaração de Imposto de Renda (+ extratos bancários no caso de autônomos e profissionais liberais).

Antes de fazer o cadastro você também pode usar o Simulador de Financiamento da Caixa, como vimos acima.

--Publicidade--

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui